Scroll Top

Saúde

Paralisia do Sono – Causas e Tratamento

Paralisia do Sono acontece quando se acorda durante o REM que é a fase mais leve do sono.  Ela pode durar alguns minutos e o cérebro acorda, mas os músculos não desta maneira não é possível se mexer. Embora seja uma sensação terrível o problema não deixa sequelas e é muito comum. Aproximadamente de 7,6% dos pesquisados experimentaram ao menos uma vez na vida e entre os estudantes a porcentagem de casos relatados aumenta para 28,3%.

Causas da Paralisia do Sono

A paralisia do sono é mais repetidamente acompanhada por experiências visuais, auditivas e alucinações sensoriais, que acontecem durante a transição entre o sono e a vigília e elas podem ser divididas em três categorias:

Falta de sono, estresse e cansaço aumentam as chances. Estatísticas mostram que acontece com mais frequência em quem sofre de ansiedade e estresse pós-traumático

Ao adormecer o cérebro desliga algumas funções motoras. É por isso que, durante os sonhos o corpo não se mexe na vida real. Às vezes, esse mecanismo falha e é assim que acontece o sonambulismo. Na paralisia, o cérebro acorda, mas as funções motoras demoram um pouco para voltar.

Mesmo com seus sentidos ativos não consegue se mexer, abrir os olhos ou falar. Mas o pior sentimento é que em alguns casos existe a sensação de não estar sozinho. O mais comum é sentir uma presença ameaçadora e por terem essa alucinação alguns que creem no sobrenatural acreditam terem visto demônios ou alienígenas

A duração média de um episódio de paralisia do sono é ao menos quatro minutos e logo depois, a função motora volta a funcionar normalmente. A não ser que alguém o desperte, a única forma de “acordar” seu corpo é esperar que os músculos voltem a responder sozinhos. A principal atitude é permanecer calmo.

Abaixo compartilhamos alguns pontos básicos da paralisia do sono:

A paralisia do sono é mais provável acontecer durante a adolescência.

Ela ocorre mais frequentemente durante a volta ao sono.

Episódios de paralisia do sono são breves, durando de alguns segundos a alguns minutos.

Episódios recorrentes são altamente associados com narcolepsia que é um distúrbio do sono que causa sonolência excessiva.

Os fatores predisponentes incluem excessivo estresse, jet lag , a privação do sono e distúrbios de pânico.

A paralisia do sono é um problema de sono bastante comum em todo o estimada de 5-40%.

É normalmente acompanhada por alucinações.

Uma incapacidade de se mover ou falar é uma característica essencial.

A paralisia do sono pode ser associada com transtorno do pânico.

Não é fisicamente nociva.

Ela pode ser prevenida.

Tratamento da Paralisia do Sono

Paralisia do sono é mais fácil de acontecer sobre condições de estresse não administrados e padrões de sono irregulares. Por esta razão cuidar do estresse e manter um horário de sono regular conservando os bons hábitos de sono irá diminuir e muito a probabilidade de ter a paralisia do sono.

Abaixo compartilhamos algumas dicas para dormir melhor:

Mantenha sua hora de dormir e despertar em tempo consistente, mesmo em feriados e fins de semana;

Melhorar o seu ambiente de sono. O colchão, roupa de cama e roupa de dormir devem ser confortáveis. Mantenha o quarto limpo, escuro e fresco;

Reduza a sua exposição à luz durante a noite;

Obter boa exposição à luz do dia durante as horas de vigília;

Use a cama apenas para dormir e fazer sexo;

Evite cochilar depois de três horas e limitar as sestas a não mais de 90 minutos;

Não comer uma refeição pesada à noite ou comer 2 horas antes de ir para a cama;

Não dormir com as luzes ou televisão ligada;

Abster-se de álcool à noite ou produtos com cafeína;

Exercício diário, e não mais de 2 horas antes de deitar;

Praticar um ritual de dormir com uma atividade relaxante, como ler ou ouvir música relaxante;

Evite a visualização eletrônica, pelo menos, até 1 hora antes de ir para a cama.

Para a aqueles que vivenciam a paralisia do sono é uma situação extrema e muito difícil de conviver por isso é importante tranquiliza-los explicando que não estão sobre ataque espiritual nem ficando loucos e que entender sobre o problema é um passo importante para supera-lo.

Abaixo compartilhamos algumas dicas para prevenir paralisia do sono incluem:

– Gerenciar coexistência de transtornos depressivos ou de ansiedade

– Reduzir a ingestão de estimulantes;

– Praticar meditação;

– Evitar voltar a dormir.

Paralisia do sono pode ser um sintoma de problemas médicos caso seja diagnosticado a narcolepsia, depressão clínica, enxaquecas , apneia obstrutiva do sono, hipertensão e transtornos de ansiedade. Quando paralisia do sono ocorre em indivíduos saudáveis e na ausência de narcolepsia, é chamada de paralisia do sono isolada.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria! Paralisia do Sono muito comum e é muito ruim! Deixe seu comentário.

Print Friendly
Últimas Pesquisas:
  • cabelo fino e pouco/ corte
  • Campana barroca melissa
  • Unhas postiças do pés antes e apos

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Paralisia do Sono – Causas e Tratamento!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.