Saúde

Obesidade Nos Animais de Estimação – Como Identificar e Tratar

obesidade-animalNão é só os seres humanos que estão sujeitos à obesidade, os bichos também estão sujeitos a passarem por isso e vamos mostrar como identificar a obesidade nos animais de estimação. Que um gato ou um cachorro fofinho é bonito, todo mundo concorda. Mas será que eles são saudáveis?
A obesidade tanto no humano, quanto no animal, pode fazer mal e afetar a vida saudável de um animal, e o mesmo fica mais vulnerável a algumas doenças, como diabetes, pancreatite, distúrbios respiratórios, dores articulares, problemas de coluna, dificuldade de reprodução e etc.

Como Identificar

Na maioria das vezes a obesidade no animal se dá devido ao fato deles viverem em ambientes cada vez mais fechados. Por exemplo, os animais que vivem em apartamentos tendem a desenvolver a obesidade com maior facilidade, pois não possuem muito espaço para se movimentar e se exercitar. Os animais cujos donos costumam passar muito tempo fora de casa, também correm esse risco, afinal eles não estão acostumados a saírem para se movimentar.
A obesidade é o acúmulo de gordura no corpo superior ao necessário. É caracterizada como uma doença nutricional que resulta em um desequilíbrio entre o consumo de alimentos e o gasto de energia.
É fácil identificar a obesidade em um animal, eles geralmente apresentam uma massa corporal maior, aumento de peso, e um cansaço maior no animal quando ele se movimenta ou caminha por pouco tempo.
Alguns hábitos ajudam a desenvolver a obesidade do animal, sendo eles: comer ração ou petiscos em excesso; comer comida humana e com muito carboidrato; predisposição genética ou problemas de obesidade característico da raça; não fazer caminhadas diariamente; passar muitas horas sozinho; ter sido castrado, pois isso facilita o ganho do peso.

medir-obesidade-animalTratar

Com alguns cuidados você pode evitar e tratar a obesidade do seu animal de estimação. Criar o hábito de brincar com animal, fazendo com que ele corra, pule e se exercite, ajuda na queima de energia e impede que a gordura se acumule. O ideal é que o pet sempre se movimente. Outra opção são as caminhadas diárias, afinal levar o animal para passear é sempre recomendado e ajuda a manter uma vida saudável e o bem-estar do pet.
Outra recomendação é não dar os petiscos, como biscoitos caninos, para seu pet só para que ele fique feliz. Esses biscoitos foram feitos para alimentar o animal como recompensa, como no treinamento. Sempre respeite também a quantidade de ração que o fabricante recomenda na embalagem, e você ainda pode fracionar a ração do pet várias vezes ao dia, em menores quantidades, mas faz com que a sensação de saciedade aumente.
Em casos mais graves de obesidade, será necessário um acompanhamento por parte do médico veterinário. Ele poderá receitar uma dieta ou alimentos dietéticos para que a perda de peso do pet.

Lembre-se que a ideia de que o animal gordinho é saudável ficou no passado, priorize a saúde do seu bicho de estimação. E a obesidade não é restrita apenas a cães e gatos, mas podem atingir todos os pets.

Big1News, trazendo o melhor para você. Não se esqueça de deixar o seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.