Educação

O Que É Teoria Reformista – Conceito

teoria-reformistaMuitas teorias surgiram ao longo da História e de acordo com o desenvolvimento da humanidade. Essas teorias, na maioria das vezes, buscavam entender a sociedade como um todo e também tudo que acontecia dentro dela, desde a questão comportamental, como também toda a questão social e da vida. No final do século XVIII e começo do século XX, muitas teorias surgiram, que buscavam entender o crescimento populacional do planeta, o que motivava tal crescimento e quais seriam os resultados. De todas elas, a Teoria Reformista (ou Reformismo), foi a mais realista criada e talvez a mais defendida até os dias atuais.

Conceito e O Que É Teoria Reformista

Com o surgimento do capitalismo e a revolução industrial, o planeta passou por um aumento no crescimento populacional. Com o número de pessoas no mundo aumentando, um estudioso chamado Thomas Malthus criou uma teoria, que  defendia que esse crescimento demográfico progredia em um ritmo acelerado se comparado com a produção de alimentos e com os recursos naturais disponíveis. Segundo a teoria Malthusiana, chegaria um dia que a comida no mundo não seria suficiente para o número de pessoas, o que poderia gerar um caos. Porém, essa teoria nunca se concretizou.
Mais tarde, ao final da Segunda Guerra Mundial, houve uma revolução médico-sanitária nos países subdesenvolvidos. Isso significava mais vacinas, medicamentos e melhores condições de vida para a população, o que fez  reduzir a taxa de mortalidade e novamente houve um aumento no crescimento demográfico. Alguns estudiosos sentiram medo que as previsões de Malthus se concretizasse . No entanto, defendiam que o crescimento populacional descontrolado gera a miséria e que seria responsabilidade do Estado disseminar os métodos contraceptivos, para assim controlar a taxa de natalidade e reduzir a miséria. Essa teoria era chamada de Neomalthusianismo.
Nessa mesma época surgiu uma teoria contrária ao Neomalthusianismo, e que contestava a afirmação que a mesma defendia. A Teoria Reformista defendia que o subdesenvolvimento na verdade, era a causa da superpopulação e não o contrário.
Segundo o Reformismo, o crescimento populacional era causado pelo subdesenvolvimento devido à falta de estudos, de qualidade de vida e até o precário sistema de saúde. Isso explica o porque dos países que ainda estão em desenvolvimento possuírem a maior taxa de natalidade. Já nos países desenvolvidos, essa taxa seria controlada.
Os reformistas, além da tese, defendiam também que os governos deveriam investir melhor no sistema de educação, pois isso seria fundamental para a melhora dos indicadores sociais. As pessoas que tem consciência das determinações econômicas e sociais,  ficam preocupadas em gerar mais filhos, controlando assim a taxa de natalidade do país.

Agradecemos sua visita em nosso site. Estamos procurando trazer o melhor para você.
Gostou desta matéria? Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email
Últimas Pesquisas:
  • teoria reformista
  • teoria reformista o que é

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.