Educação

O Que É Teoria Malthusiana – Conceitos, Contexto Histórico e Críticas

thomas-malthusEntre os séculos XVIII e XIX, com a consolidação do capitalismo e com a Revolução Industrial, houve uma elevação na produção de alimentos, e assim, houve uma diminuição da taxa de mortalidade, que antes era causada muitas vezes pela fome. Essa diminuição teve destaque principalmente na Europa e nos Estados Unidos. Com uma taxa de mortalidade menor, houve um crescimento da população mundial, fazendo com que várias discussões e teorias surgissem. A Teoria Malthusiana foi uma das que mais se destacaram e discute o crescimento populacional e a produção de alimentos.
Thomas Robert Malthus foi um economista, demógrafo e estudioso nas Ciências Sociais. Inglês e nascido em 1766, é considerado o "pai da demografia", devido a teoria que escreveu, sobre o controle do aumento populacional, que foi batizada de Malthusiananismo.

Conceitos Teoria Malthusiana

A teoria formulada por Malthus foi publicada em 1798 no livro chamado "Ensaio sobre o princípio de população e seus efeitos sobre o aperfeiçoamento futuro da sociedade, com observações sobre as especulações de Mr. Godwin, Mr. Condorcet e outros autores". Nessa tese, Malthus observou o crescimento demográfico e constatou que a população mundial cresceria em um ritmo acelerado, e a produção de alimentos cresceria em um ritmo lento. Isso resultaria em uma catástrofe.
Segundo a teoria publicada pelo inglês, o crescimento populacional cresceria de acordo com uma progressão geométrica (1, 2,  4, 8, 16, 32, 64…), enquanto a produção de alimentos cresceria em progressão aritmética (1, 2, 3, 4, 5, 6…). Dessa forma, chegaria um determinado momento que não haveria comida suficiente para suprir nas necessidades da população mundial, resultando em um caos.
As soluções propostas pelo estudioso foram as seguintes:

  • Retardar o casamento. Ou seja, não permitir que pessoas muito jovens se casassem;
  • Não ter relações sexuais antes do casamento;
  • Ter somente o número de filhos que o casal pudesse sustentar.

Entre as soluções, Malthus também citava que as pessoas deveriam controlar mais o desejo sexual, pois assim evitariam a possibilidade de gerar mais filhos. Na época a tese gerou muita polêmica, e até hoje é uma das que mais se destacaram. Porém, as afirmações defendidas nunca se comprovaram.

grafico-teoria-malthusiana

Contexto Histórico

Até o final da Idade Média, a população tinha seu crescimento "controlado", devido à alta taxa de mortalidade causada pela miséria, doenças e pragas, além das guerras e principalmente pela fome, já que os alimentos produzidos não supria as necessidades de todos. Porém, com o capitalismo e mais tarde com a Revolução Industria, o contexto mudou, pois a produção de alimentos passou a ser industrializada, diminuindo a fome e consequentemente, o número de mortos por ela.

Críticas

Vários estudiosos e críticos se opuseram à teoria Malthusiana na época. Entre eles, se destacava o Marquês de Condorcet, Jean-Antonio Nicholas Caritat, que acreditava e defendia que o alto número de mortalidade e fecundidade registrados no século XVIII se davam pela ignorância, superstições e preconceito, e apenas com sabedoria conseguiriam reverter esse quadro. Publicou entre 1793 e 1794 uma teoria intitulada "Esboço de um quadro histórico dos progressos do espírito humano" onde abordava uma visão positiva do progresso mundial, diferente da teoria defendida por Malthus.

Agradecemos sua visita em nosso site, estamos sempre procurando trazer o melhor para você.

Gostou desta matéria? Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email
Últimas Pesquisas:
  • conceito da teoria malthusiana

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.