Saúde

O Que É Cólica Menstrual – Causas e Combate

colica-menstrualMuitas mulheres em seu período menstrual sofrem de fortes dores abdominais, que são as cólicas. A cólica atinge 90% das mulheres.  Desconforto, mal-estar, dores no corpo são alguns dos sintomas. São muitos os mitos, do pode ou não pode fazer, comer, simpatias, enfim, milhares de duvidas do que é, e o que fazer para combater as dores e os demais sintomas que se acarretam. Existem dois tipos de cólica, são conhecidas com dismenorreia primaria e secundária, conheça as causas e que fazer para combater as dores e os sintomas da cólica.

Causas da Cólica Menstrual

Cólica é um problema ginecológico que afeta muitas mulheres no período menstrual. Existem dois tipos de cólica menstrual: a dismenorreia primaria e a secundária. A dismenorreia primaria é causada pela produção excessiva de uma substancia chamada prostaglandina. O excesso de prostaglandinas durante a menstruação é a causadora de fortes contrações do útero que é um músculo, e afeta outros órgãos, por isso que a cólica é acompanhada de outros sintomas como dor de cabeça, dor nas costas, náusea e vômito, tontura e diarreia. A dismenorreia primaria afeta um grupo de mulheres jovens, entre o segundo e terceiro ano de menstruação.

colica-menstrual-combate

A dismenorreia secundaria é um transtorno nos órgãos reprodutivos femininos (ovários, anexos uterinos ou no útero). As causas da dismenorreia secundária são:  

Endometriose: que é uma doença que causa a multiplicação do tecido endometrial.

Mioma: que é um tumor benigno que cresce dentro do útero.

Doença inflamatória pélvica: que é uma infecção ocasionada por bactérias, que se inicia dentro do útero, mas pode se espalhar pelos anexos uterinos, como trompas e ovários.

Combate

Durante o período da cólica, é normal se sentir indisposta, é aconselhável que tenha o máximo de descanso, deitar com a barriga para baixo ameniza as dores.

Exercícios físicos são ótimos aliados no combate à cólica, atividades como ioga, alongamento, caminhada ou ciclismo ajuda a minimizar os sintomas. Exercícios liberam endorfina, hormônio que diminui a dor, sendo feitos de forma correta e regular.

colicaTer a alimentação correta também ajuda com as dores. Investir em alimentos como banana, beterraba, aveia, tofu, couve, abobrinha e salmão são aconselháveis. Esses alimentos servem como relaxante muscular e anti-inflamatório natural. Evitar frituras, alimentos gordurosos e bebidas que contem cafeína, pois esses aumentam a produção de hormônios que causam contrações no útero. Chás, como o de canela, servem como analgésicos, que amenizam as dores. Outros chás que servem são os de hortelã e erva cidreira, são calmantes e proporcionam bem-estar.

Bolsas de água quente são ótimas, pois o calor estimula a irrigação sanguínea, isso faz com que a musculatura seja relaxada. Massagens também ajudam a amenizar as cólicas, em pontos como o abdômen e os pés aliviam a tensão muscular e melhoram na circulação sanguínea.

Um tratamento alternativo é a acupuntura, que pode ajudar na liberação da endorfina.

Muitas mulheres optam por medicamentos, como pode ser uma inflamação, os anti- inflamatórios e antiespasmódicos são os mais indicados.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? Deixe o seu comentário. 

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.