Scroll Top

Saúde

Esclerose Múltipla – Sintomas, Causas e Tratamento

esclerose-multiplaA esclerose múltipla é uma doença inflamatória, considerada crônica, além de provavelmente autoimune, que afeta o sistema nervoso. É uma doença mais comum em mulheres e a maioria dos casos são diagnosticados entre 20 a 40 anos, mas pode aparecer em qualquer idade.
A doença é causada por um dano à camada protetora das células nervosas, chamada de bainha de mielina. Quando isso acontece, os impulsos do sistema nervoso diminuem ou são interrompidos completamente.
 Esse dano aos nervos são causados por uma inflamação, que ocorre quando as células autoimunes começam a atacar o sistema nervoso e podem acontecer em qualquer área do cérebro, nervo óptico ou medula espinhal. Sua característica mais marcante são os surtos imprevisíveis.

Sintomas Esclerose Múltipla

Os sintomas da esclerose são bem sutis no início e podem variar dependendo da localização da inflamação e também da gravidade de cada ataque. Esses sintomas podem aparecer por dias, semanas ou meses, além de se alternar com períodos em que aparecem em menor intensidade, ou períodos assintomáticos, ou seja, sem nenhum sintoma. Também podem aparecer em qualquer parte do corpo.
São sintomas comuns: perda de equlíbrio; espasmos musculares; fraqueza ou tremor em um ou mais membros; problemas de coordenação e para fazer pequenos movimentos; dificuldade ao andar; problemas para movimentar pernas ou braços; dormência nos membros; incontinência urinária; constipação e incontinência fecal; forte vontade ou necessidade frequente de urinar; dificuldade para começar a urinar; perda da visão (na maioria das vezes afetando um olho por vez); movimentos rápidos e incontroláveis dos olhos, incômodo nos olhos e visão dupla; dor facial, espasmos musculares dolorosos; perda de audição; tontura ou problemas de equilíbrio; perda de memória; capacidade de atenção diminuída; fala arrastada ou difícil de entender; dificuldade de mastigar ou engolir.

Algumas situações podem piorar ou desencadear ataques, como banhos quentes, exposição ao sol durante muito tempo, estresse, febre, depressão e etc.

Causas

Não é conhecida exatamente a causa dessa inflamação ou o que faz com ela desencadeie e ocorra os ataques. Estudos ainda não confirmaram, porém especula-se que seja algum tipo de vírus ou defeito genético. Fator ambiental provavelmente pode contribuir também para o desencadeamento das inflamações. Pessoas que possuem histórico da doença na família correm mais riscos de desenvolver esclerose múltipla.

Tratamento

Ainda não há uma cura definitiva para a doença, porém tratamentos e terapias são realizados para diminuir a velocidade de progressão da esclerose, além de controlar os sintomas e ajudar o paciente a ter uma vida normal.
Os medicamentos mais comuns são: interferons, acetato de glatirâmero, mitoxantrona,natalizumab, fingolimode, metotrexato, azatioprina, imunoglobulina intravenosa e etc. Algumas terapias também ajudam a diminuir e tratar o problema, como: fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, entre outras.

Big1News, trazendo o melhor para você. Não se esqueça de deixar o seu comentário.

Print Friendly

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Você Vai Gostar de Lêr:

Artigos Relacionados à Esclerose Múltipla – Sintomas, Causas e Tratamento!

1 Comentário

  1. paulino cassoma direito disse:

    esquecimento não tem cura ?

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: