Saúde

Doença Pulmonar DPOC – Causas

Doença Pulmonar DPOC – Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS garante que os fumantes  habitual, tem 90% de chance de sofrer da doença. Uma doença silenciosa que mata aproximadamente 3 milhões de pessoas por ano e não tem cura. Uma de suas características é a redução do fluxo de ar que piora gradativamente e pode até mesmo levar à morte. Oitenta por cento das pessoas afetadas nem imaginam que tem o problema isto segundo a Fundepoc, uma instituição argentina especializada na doença. No Brasil, a estima-se que sete milhões de pessoas tenham DPOC,  mas somente 12% dos pacientes são diagnosticados. Não existe  cura para a DPOC e do total de vítimas, 13,6% são adultos com mais de 35 anos da América Latina.

Causas da Doença Pulmonar DPOC

A Doença pulmonar se desenvolve de quadros persistentes de bronquite ou enfisema pulmonar. Na bronquite, acontece uma grande produção de muco e inflamação nas vias aéreas. O enfisema destrói os alvéolos, estruturas responsáveis pelo fluxo de ar nos pulmões. Mas a principal causa é fumar a exposição à fumaça do cigarro, seja o fumante ativo ou passivo. Outros tipos de fumaça também podem causar a doença, por exemplo, quem trabalha com fornos de lenha em pizzarias ou carvoarias também corre este risco.

A doença evolui de forma lenta e normalmente só se torna visível a partir dos 40 ou 50 anos. Os sintomas mais comuns são a dificuldade para respirar chamada de dispneia, tosse crônica e a produção de fleumas que são a expectoração com muco. A doença piora com o tempo e atividades do dia a dia que eram comuns como subir escadas ou carregar uma mala pode ser extremamente difícil. A dificuldade de respirar, no começo é  relacionada ao esforço, acaba aparecendo também quando se está em repouso. Às vezes, ela é tão forte que pode até incapacitar a pessoa por completo

Compartilhamos abaixo alguns fatores de risco da DPOC:

-Poluição derivada de combustíveis sólidos na cozinha e aquecimento (ar interior)

-Poluição externa

-Exposição a vapores, substâncias que provocam irritação, gases, poeira e produtos químicos no local de trabalho

-Infecções recorrentes das vias respiratórias durante a infância

A DPOC pode ser detectada através do “teste de sopro” chamado espirometria. Para fazer o teste é usado um aparelho onde se assopra. Ele serve para avaliar a quantidade de ar que é capaz de colocar para dentro e para fora dos pulmões e também a velocidade com que faz isso. Se indicar alteração na capacidade respiratória, novos exames serão solicitados para confirmar o diagnóstico dessa ou de outras doenças respiratórias.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria! Ao sentir dificuldades para respirar e persistir deve procurar um médico imediatamente! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.