Scroll Top

Saúde

A Cura da Aids – Novas Descobertas

aids-logo-campanhaA Aids é uma doença que atinge o sistema imunológico humano, impedindo assim que o paciente tenha um sistema de autodefesa contra outras doenças, sendo infectado facilmente por outros tipos de enfermidades graves que acabam levando à morte. Essa doença apareceu na década de 80, quando várias pessoas foram contaminadas e várias mortes ocorreram em decorrência disso. A Aids é uma doença transmitida através de relações sexuais e de transfusão de sangue, sendo passada através do vírus HIV.
Embora seja considerada uma doença ainda incurável, com as tecnologias e os remédios que existem no mercado, é possível que o paciente contaminado tenha uma vida normal e prolongada em muitos anos.
A cura da Aids é uma questão que ainda se discute muito, e os cientistas sempre desenvolvem novos estudos e pesquisas, buscando alternativas e novas descobertas para isso. A revista Super Interessante publicou em sua edição de Agosto de 2013, a reportagem de capa que leva o nome "Enfim A Cura da Aids", informando sobre as novas descobertas e sobre os pacientes que foram curados da doença.

Novas Descobertas

A reportagem mostra que segundo pesquisas desenvolvidas, é possível conseguir a cura da doença através do uso do medicamento Vorinosat. Esse remédio é utilizado para tratar linfoma cutâneo de células T (câncer no sistema imunológico). Quando usado para o tratamento da Aids, o medicamento tem a função de expulsar o HIV dos esconderijos no organismo e jogá-los na corrente sanguínea, onde ele pode ser eliminado livrando o paciente do vírus.
Isso acontece porque o Vorinosat desperta as células T adormecidas dos portadores do HIV e com isso as cópias dos vírus que estão nas células, ficam mais vulneráveis à ação dos medicamentos antirretrovirais (usados no combate à doença).
Outras técnicas também são abordadas na matéria, como o transplante de medula de um paciente portador do HIV que estava também com leucemia. O paciente americano chamado Timothy Ray Brown, descobriu por volta de 2007 que estava com leucemia quando estava morando na Alemanha, e depois dos tratamentos, os médicos resolveram testar um transplante de medula que curaria a leucemia e também a Aids. Isso porque algumas pessoas do norte da Europa são consideradas imunes ao vírus HIV por não produzirem no organismo uma proteína chamada CCR5 e sem essa proteína, o vírus não consegue se manifestar.
O paciente recebeu no transplante uma medula de uma doadora que não produzia a tal proteína, fazendo com que o Timothy Ray Brown ficasse livre das duas doenças. Conhecido como "Paciente de Berlim", Timothy precisou voltar a tomar os medicamentos antirretrovirais pouco tempo depois do transplante, mas não apresentou mais o vírus HIV no organismo.
Essas duas são algumas das técnicas desenvolvidas pelos estudos que podem ser o primeiro
hiv-aidspasso para a cura da Aids, mas ainda é necessário muito esforço para desenvolver um medicamento que seja realmente eficaz contra o vírus HIV. Além disso, a prioridade de muitos médicos e cientistas é desenvolver uma vacina que proteja as pessoas de serem infectados e contaminados com a doença. Embora ainda não tenha cura, os pacientes já podem levar uma vida normal devido aos tratamentos que recebem, e talvez possam ficar esperançosos, pois a cura pode estar mais próxima do que o esperado.

Big1News, trazendo o melhor para você. Não se esqueça de deixar o seu comentário

Print Friendly
Últimas Pesquisas:
  • cura sida abelhas
  • novas descobertas na cura da aids

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Você Vai Gostar de Lêr:

Artigos Relacionados à A Cura da Aids – Novas Descobertas!

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: