Saúde

Calcanhar de Maracujá – Causas e Sintomas

Calcanhar de Maracujá também conhecido como bicheira tem o nome científico de miíase cavitária humana. Ela é uma doença causada pela entrada da larva da mosca-varejeira na pele ou em outros tecidos e cavidades do corpo, como olho, boca ou nariz e também pode afetar os animais domésticos.

Causas do Calcanhar de Maracujá

A larva da mosca-varejeira pode entrar no corpo pela pele principalmente quando se anda descalço. Ou ela pode chegar à pele através da picada da mosca-varejeira que deposita seus ovos que depois se transformam em larvas. Normalmente os afetados são os idosos acamados ou têm alguma deficiência metal e, por isso, não conseguem afastar as moscas ou as larvas da pele.

A doença tem cura, entretanto é necessário seguir corretamente o tratamento proposto pelo médico e manter as moscas-varejeiras afastadas. Existem três tipos de miíase a Miíase furuncular parecida com uma espinha, a Miíase migratória parecida com o bicho geográfico e a Miíase cavitária que surge em feridas abertas e câncer de pele.

Sintomas do Calcanhar de Maracujá

Um dos procedimentos que pode ser adotado pelo médico será a retirada das lavras com ajuda de uma lupa e uma pinça. Ou ainda a indicação de uma medicação de uso via oral ou pomadas antibióticas. Existe outro tratamento para o Calcanhar de Maracujá, onde os pacientes não sentem dor, é utilizada moscas varejeiras criadas em laboratório. Elas se alimentam de tecidos podres sem que a pele saudável seja afetada. Este tratamento é longo e pode durar de 2 a 6 meses.

Compartilhamos abaixo alguns sintomas do calcanhar de maracujá:

Miíase furuncular: se assemelha a uma espinha ou furúnculo, com uma abertura central, mas em vez de sair pus, sai um líquido sanguinolento quando espremido. Os pacientes sentem desde leves picadas até dores muito agudas, como pontadas, no local da infestação

Miíase migratória: o aspecto se assemelha ao bicho geográfico, só que aqui as larvas são um pouco maiores e se movem mais lentamente. A sensação de queimação, coceira e dor também pode estar presente

Miíase cavitária: é possível visualizar as larvas se movendo no fundo da ferida e, dependendo do tipo de larva envolvida, pode haver destruição de tecidos, perda de partes da pele, acometimento de tecidos e órgãos mais profundos e até mesmo morte.

Geralmente pode surgir lesões vermelhas, dolorosas e que parecem furúnculos. Mais raramente podem ser acometidos pulmões, intestino, seios da face, meninges, olhos, nariz e orelhas. Nesses casos, os sintomas estarão relacionados a estes órgãos.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? Doença dolorosa e que tem uma aparência bem feia! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.